Milestone Trend Analysis (MTA)

Milestone trend analysis (MTA) ou Análise de tendência dos marcos é uma ferramenta simples porém muito eficiente para controlarmos o cronograma de marcos dos nossos projetos. Por se tratar de uma ferramenta visual, facilmente podemos identificar no gráfico os desvios entre o planejado e o executado.

Antes de entramos na ferramenta, um conceito importante é o de marcos do projeto. A ferramenta só irá funcionar se os marcos do seu projeto estiverem definidos. De acordo com o Guia PMBOK 5ª edição, “um marco é um ponto ou evento significativo no projeto […] os marcos são semelhantes às atividades normais do cronograma, com a mesma estrutura e atributos, mas têm duração zero porque eles representam um momento no tempo”

No livro da Rita Mulcahy, 8ª edição, marco tem basicamente a mesma definição: “Marcos são eventos significativos no cronograma do projeto. Eles não são atividades de trabalho e não tem duração […] A lista de marcos se torna parte dos documentos de escopo do projeto que dão suporte às linhas de base e ao cronograma do projeto.

A ferramenta MTA, contém dois eixos, um eixo vertical que representa a data planejada para os marcos e um eixo horizontal, que representam a data de status do seu projeto, ou simplesmente as datas que você precisará reportar o seu projeto. As escalas de datas precisam ser as mesmas.

Cada marco será representado no gráfico com uma linha ou forma diferente, por este motivo recomenda-se de 6 a 10 marcos para que a ferramenta consiga atingir o seu objetivo. Lembre-se que pela definição, os marcos representam eventos significativos dentro do seu projeto. Para exemplificarmos, vamos adotar as seguintes informações:

Edital elaborado – 10/01/2012
Licitação publicada – 01/03/2012
Licitação concluída – 25/06/2012
Projeto elaborado – 12/04/2013
Licitação da obra concluída – 23/07/2013
Ordem se serviço emitida – 15/08/2013
Obra iniciada – 20/09/2013
Obra concluída – 15/04/2014

As datas acima representam as datas planejadas, definidas no início do projeto.

mta figura 001

Figura 01

Pela figura acima (figura 01), podemos concluir que quando a linha sobe, significa que o marco está atrasado. Quando permanece constante, a data planejada do marco não foi alterada. E quando a linha é direcionada para baixo, como no caso do marco “Projeto Elaborado, podemos concluir que o marco está adiantado.

Vejamos agora algumas características do MTA:

• O gráfico de linhas mostra o histórico de cada marco.
• O eixo X indica a data de relatório de andamento do seu projeto.
• O eixo Y indica a data planejada para o marco.
• O marco está concluído quando alcança a linha que liga os eixos.
• O outro lado do triângulo, a parte da direita, pode ser usada para documentar as causas de atraso do marco.
• Os marcos podem ser adicionados a qualquer tempo.

mta figura 002
Figura 02: Marco adicionado na execução do projeto.

mta figura 003
Figura 03: Marco com data não informada no dia do relatório.

mta figura 004
Figura 04: Marcos não concluídos

mta figura 005
Figura 05: O marco que não se estende até a data do relatório, significa marco cancelado.

Você pode utilizar o Excel para fazer os gráficos. O ideal é que você crie um modelo e altere somente as datas. O MTA também é importante para registramos, ao término do projeto as lições aprendidas.

O MTA fornece uma análise fácil e visual do seu projeto. É uma excelente ferramenta para agregar seu dashboard.

Referências:

MULCAHY,Rita. Preparatório para o Exame PMP 8ª edição – PORTUGUÊS

PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE. A Guide to the Project Management
Body of Knowledge – PMBOK® Guide 5ª Edition, Pennsylvania-USA 2013

1 responder

Deixe uma resposta

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>