5 coisas que eles não falam pra você nos cursos de Coaching

(Mas você precisa saber para ser bem sucedido no Coaching)

Iniciar seu próprio negócio sendo Coaching pode ser um dos momentos mais emocionantes ou assustadores da sua vida. Por um lado, a maioria dos novos coaches estão literalmente em êxtase, por terem finalmente descoberto sua vocação e a possibilidade de fazer a diferença fazendo o que amam. No entanto, por outro lado, existem novos coaches ansiosos, se não completamente aterrorizados, sobre a sua capacidade de construir um negócio de sucesso e viver de coach.

Se este é você, anime-se, você não está sozinho. Existem cerca de 50.000 coaches que se sentiram da mesma maneira quando passaram por este caminho antes de você. Quase todas as formas possíveis de se construir uma prática de Coaching têm sido experimentadas, e os becos sem saídas nestas práticas são bem conhecidos. Em um esforço para compartilhar um pouco da sabedoria coletiva das boas almas que vieram antes de você, aqui estão 5 dicas que podem minimizar o seu sofrimento e encurtar sua viagem.

Preste atenção ao negócios e ao marketing

Sim, você deve aprender a dominar as habilidades básicas do Coaching. Felizmente existem dezenas de maravilhosos cursos do ICF credenciados em todo mundo que irão ajudar você a fazer isto. E mesmo que a viagem com o seu treinador possa ser adorável, significativa e até mesmo inebriante, por favor não cometa o erro de colocar todo o seu tempo, esforço e dinheiro em estudar somente as habilidades do Coaching. As habilidades são apenas a metade do que você precisa para ter uma carreira no Coaching. Por favor, não se esqueça de aprender alguns itens sobre negócios e algumas habilidades de sobrevivência em marketing que você vai precisar para construir uma carreira bem sucedida.

É um fato triste, que existem muitos coaches mundo a fora lutando para se encherem de técnicas. Não é divertido. Na verdade, pode ser doloroso ter finalmente encontrado algo que você ame, mas ter dificuldades de se introduzir no mercado por nunca ter aprendido.

Cada coach independente tem que se esforçar em aprender o que eles precisam para se tornar auto sustentáveis. Como prática eu ensino, mesmo para os novos coaches que já estão com a agenda cheia, que eles precisam de pelo menos duas horas por semana nos negócios que são assessórios a profissão – aprender habilidades, encontrar um nicho, networking, palestras, escrever artigos e boletins, dar amostra de sessões de trabalho, midias sociais e criar de um site otimizado para ser encontrado no Google, etc. geralmente conseguem superar obstáculos previsíveis e construir uma carreira viável. Obviamente, quanto mais tempo você aprende sobre as melhores práticas do marketing, e principalmente as põe em prática, mas rápido seu negócio crescerá.

Encontre um Nicho

Quando eu falo sobre ter um nicho para a prática de Coaching, estou simplesmente falando em ter um foco para a comercialização. Ter um nicho é deixar bem claro que são os seus clientes, assim você sabe onde eles vão vem, com o que eles se preocupam, e a melhor forma de falar com eles sobre as mudanças que eles querem fazem, em uma linguagem que ambos entendem.

Ter um nicho, mantem você longe do frustrante exercício de explicar o que é o processo de Coaching para pessoas que não estão interessados ou que não podem ter pagar por isto.
Sobre o processo de encontrar um nicho, lembre-se que um bom nicho tem duas partes: um “que” e um “o que”. O “quem” é um grupo específico de pessoas. O “o que” é um conjunto lógico de desafios que estas pessoas enfrentam e querem resolver.

Existem dezenas de nichos comprovados no processo de Coaching, você não tem que reinventar a roda ou sentir que você tenha que atuar onde ninguém tenha atuado ainda, ou ter o pensamento de que tem que encontrar um nicho em que o mercado não esteja saturado. Se você tem uma boa marca e um bom posicionamento, e der aos seus clientes boas razões para trabalhar com você, você vai ser capaz de encontrar clientes suficientes para trabalhar.

Quando você identificar um nicho que esteja interessado, saia e entreviste as pessoas para saber com o que elas estão lutando, o que elas estão fazendo que não está funcionando, quais são as recompensas que elas têm, quais as melhores práticas de mercado neste ramo, se eles estão dispostos a investir dinheiro para obter os resultados que eles desejam, etc. Depois de fazer algumas entrevistas, você vai saber o suficiente sobre o grupo escolhido e se este grupo se encaixa no seu perfil. Se tiver um bom encaixe, é um bom nicho para utilizar as técnicas de marketing.

Concentre-se em problemas e soluções

Um dos maiores erros que novos coches cometem é tentar vender o Coaching. O problema com isso é que muitos clientes em potencial, nunca passaram pelo processo de Coaching, eles não sabem o que é exatamente isto, não irão valorizar o trabalho, e consequentemente poucas pessoas compram o que eles não entendem ou não conhecem. Então, ao invés de tentar vender tal intangível: a dificuldade em se descrever Coaching, procure descrever o coach como uma grande alternativa para solucionar grandes desafios, problemas ou mudar o rumo das pessoas em relação as limitações do agora.

Olhe para a mudanças com as quais eles realmente se preocupam, ou com aqueles em que eles não estão conseguindo resolver por conta própria. Quando você sabe que alguém está em busca da mudança, e que irão receber uma recompensa, quando você ajuda seu coachee a reconhecer que está progredindo, é muito mais fácil para eles ver o coach como um valioso suporte. E sempre que possível, dar-lhes uma experiência de Coaching (aso invés de descrever o que é Coach), torna muito mais fácil para o coachee se comprometer com você (porque, uma vez que eles começarem com o processo de coach com você, eles ficarão por muito tempo.

Ofereça mais que Coaching um para um

Enquanto um coach pode adicionar muito valor e um alto retorno sobre o investimento para muitos clientes, o custo de um para um permanece fora do alcance de muitos. Se você está com um bom marketing, você está apto a atrai um maior número de clientes um para um como você quer. No entanto, você faz um favor a você e ao mundo se você reinventar sua forma de atender para trabalhar com um grupo específico, mesmo o pacote fechado para o grupo, seja menor financeiramente que se você fosse atendê-los de forma individual. Desta forma você vai aumentar drasticamente a fatia de pessoas que podem trabalhar com você. Por exemplo, se você oferecer coach para um pequeno grupo, materialmente você estaria aumentando o número de pessoas que podem trabalhar com você.

Isto é bom para você, uma vez que o ajuda aumentar a receita, e bom para o mundo, pois aumenta o número de pessoas que se beneficiam com o seu trabalho como coach. Além disto, é mais fácil quando você tem um nicho com muitos clientes com origens e interesses parecidos, eles vão querer Coaching sobre os mesmos temas.

É um jogo Mental

Depois de ter visto centenas de novos coaches entrando nesta jovem profissão, estou convencido que o maior desafio para a maioria deles é o mental. Sério, eu não acredito que a maioria dos coaches lutam porque há uma falta de conhecimento disponível sobre o negócio ou até mesmo sobre a comercialização. Hoje existem muitos livros, cursos, workshops, treinamentos, etc., onde qualquer coach razoavelmente motivado poderia aprender tudo que eles precisam para construir um negócio bem sucedido.

O maior obstáculo para o sucesso dos coaches é a sua incapacidade de dirimir as dúvidas, cessar com pensamentos limitantes, e acabar com as crenças de que não estão prontos para terem sucesso com coaches.

Isto, obviamente, é bastante irônico, nós coaches somos tão bem treinados em ajudar os outros, mas não conseguimos lidar com as críticas internas. No entanto, nosso conhecimento sobre este tema não nos torna imunes aos mesmos desafios que nossos clientes enfrentam. Se você leva a sério o seu sucesso como coach, não se deixe aplacar pela dúvida e pelos seus medos, e pelo amor de Deus não coloque um amador para comandar seu marketing.

Em resumo, o sucesso, a liberdade e a independência que você procura em seu trabalho como coach, demandará você a sair da sua zona de conforto atual. Seja o coach bem treinado tecnicamente, coloque seu tempo no crescimento do negócio, obtenha apoio se você precisar (se você não pode pagar por um coach em tempo integral, crie um grupo de colegas para suporte mútuo), gerencie seu estress (o estress pode torna-lo reativo e distraído). Compartilhe seus dons com o mundo. Boa Sorte.

Autor:

Steve Mitten CPCC, MCC, 2007 Canadian Coach of The Year, 2005 International Coach Federation President, is an internationally recognized Master Coach that enjoys doing transformational work with individuals, leaders and business owners. He helps his client get clear, get a plan and enjoy far more success, meaning and happiness in their lives, careers and businesses. Steve is also an expert on the marketing of coaching services. He is the author of MARKETING ESSENTIALS FOR COACHES, a yogi and a long-time student of developmental and positive psychology, myth, and the wisdom traditions. His main website is www.acoach4u.com

Link para o artigo original: http://coachfederation.org/blog/index.php/3914/

Tradução: Rodrigo Zambon

1 responder

Deixe uma resposta

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>